Como funciona o Google Analytics?

Como funciona o Google Analytics

Como funciona o Google Analytics?

1024 681 avantare
  • 0

Você é um profissional de marketing digital e já se deparou com situações onde o relatório de uma campanha não batia com os números apresentados no Google Analytics? Esse post lhe ajudará bastante, pois ele dará uma visão geral sobre como funciona o Google Analytics, como é feita a captura dos dados, entre outros assuntos. Logo, logo você entenderá de cabo a rabo como funciona o Google Analytics.

Entendendo o Google Analytics

Entender a forma como o Google Analytics captura os dados e os interpreta é a chave para a correta configuração e utilização da ferramenta.

De modo bem didático o funcionamento do Google Analytics acontece da seguinte forma:

  • Ele acessa o código JavaScript em cada página de um site;
  • Recolhe dados nos servidores do Google;
  • Processa esse grande volume de dados e os transforma em relatórios.

Como funciona o Google Analytics (em detalhes)

Como funciona o Google Analytics - Processamento de Dados

Código Java Script do Google Analytics

Quando um visitante chega a uma página com um número chamado código de acompanhamento, esse código é executado através do seu navegador. Ele, por sua vez, atua na coleta de informações sobre o visitante da página e configurações do computador como resolução de tela, sistema operacional, etc. A visibilidade dos scripts é bem limitada, muitas vezes apenas é possível verificar o que está exposto.

O script em seguida define se alguns cookies contêm informações básicas dos visitantes. Esses cookies determinam, por exemplo, se trata de um visitante novo ou recorrente, entre outras coisas.

Serviço de coleta de dados do Google Analytics

No próximo passo, todas essas informações devem ser enviadas para os servidores do Google Analytics e então são processadas. O código de acompanhamento do Google Analytics envia uma informação solicitando um pequeno arquivo, nome utm.gif. Ele acrescenta todos os dados de cookies e informações apenas recolhidos à cadeia de consulta para __utm.gif. Desta forma, os servidores do Google têm um registro de quando um arquivo foi solicitado e todas as informações sobre essa exibição da página.

Muitas organizações armazenam uma cópia de cada pedido de rastreamento enviado para o serviço de recolha de dados – isto é realizado com o setLocalRemoteServerMode (); função em ga.js. Uma vez que você tem uma cópia local dos pedidos de rastreamento do Google Analytics, você pode processá-los com Software Angelfish e transformá-los em relatórios interativos.

Processando Informações de Visitas

No último passo, o Google Analytics processa todas as solicitações de um ___ utm.gif, aplica filtros, auxilia na configuração e torna visível dados para a sua conta.

Prós e contras do Google Analytics

__utm.gif

Quaisquer visitas ao seu site que não executam o arquivo JavaScript não serão contadas. Se o código não for executado em seguida,  o __utm.gif nunca é solicitado a partir dos servidores e o Google Analytics nunca vai saber sobre a visita . Da mesma forma, se você encontrar o código fora de seu site ou configurá-lo errado, não serão contadas as visitas desse período.

Rastrear páginas em cache

O Google Analytics irá monitorar visitas a uma página , mesmo se ele foi armazenada em cache (isto é armazenada na memória do seu navegador). Cada solicitação __utm.gif contem informações exclusivas, o que significa que não será armazenada pelo cache do navegador. Uma nova solicitação para o arquivo será feita cada vez que uma página é visualizada , incluindo quando um visitante atualiza a página ou clica no botão de voltar.

Manipulação de cookies

Se um visitante apagar os cookies do Google Analytics, ele será visto como um novo visitante na próxima visita e todas as informações anteriores das últimas visitas serão perdidas.

Isso também significa que vários usuários serão vistos como um mesmo visitante. Caso o visitante use dois computadores, ele será visto de duas formas diferentes.

Essa é mais uma das várias razões que os relatórios da web analytics
relatórios devem ser vistos como uma amostra da pesquisa e não como um fato concreto.

Sem reprocessamento

É importante lembrar que os dados do Google Analytics são acessados remotamente. Os usuários não controlam quando isso é processado. Isso significa que uma vez que os dados que estão na conta ficarão lá para sempre. Erros em dados antigos não podem ser reprocessados.

Para evitar que os dados corretos se misturem aos dúbios. É recomendável criar um perfil duplicado para usar como sandbox e depois disso, aplicar filtros para o sandbox e ver qual o impacto eles terão antes de aplicá-las para o seu perfil de produção.

Google Analytics em diferentes servidores

Todo o código do Google Analytics está ao lado do cliente, de modo que não importa onde o site está hospedado. Os códigos podem apresentar diferenciações a depender de qual navegador esteja sendo utilizado. No entanto, no que tange as referências HTML, o código JavaScript, se inserido corretamente, nunca deve interagir com o servidor.

Gostou do post? Assine nossa newsletter e receba dicas de Analytics , Otimização e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado.