10 passos para Otimizar suas campanhas de Google Ads

10 passos para Otimizar suas campanhas de Google Ads

751 501 Lívia Nobre
  • 0

10 passos para Otimizar suas campanhas de Google Ads

Apostar em uma campanha de Google Ads é uma excelente alternativa para encontrar seu público-alvo com a intenção de adquirir informações, produtos e serviços. Digo intenção, porque em outros canais, como Facebook e Instagram, as pessoas estão nestes canais com outros objetivos (notícias, contato com amigos, etc) enquanto usuários que utilizam a pesquisa no Google estão buscando com a intenção de realizar algo com o uso de palavras-chave (exemplo: comprar um produto ou mais informações sobre um destino de viagem). Aparecer com anúncios nesta plataforma é uma excelente oportunidade de captar usuários em vários estágios da jornada de conversão.

Para o melhor aproveitamento deste canal tão importante, listamos abaixo 10 passos para otimizar sua campanha desde o início. Com o tempo e mais afinidade com a ferramenta é possível fazer testes para melhorar os resultados, assim você pode aproveitar o máximo da plataforma e obter o melhor retorno sobre investimento. Confira as 10 dicas para acertar suas campanhas de Google Ads.

Ter um planejamento e metas claras

Não ter um planejamento claro com objetivos definidos são os piores erros que acontecem com quem começa a usar o Google Ads. Ao fazer uma campanha, você precisa saber exatamente qual a sua meta e o quanto você pretende gastar.

Planejar e ter metas claras ajuda a campanha a funcionar melhor e não adianta apenas ter em mente algo como “quero aumentar os leads em 15%”, é preciso também comparar com números anteriores, analisar o período e sazonalidade, entre outros dados. Outro erro imperdoável que acontece por falta de planejamento é subir campanhas incompletas, pensando em arrumar depois. O resultado são campanhas que têm menos chance de gerar resultados.

Baixe grátis nosso modelo de Planejamento de Marketing Digital.

Saiba tudo sobre KPIs.

Principais métricas de marketing digital que as empresas devem avaliar.

Criar campanhas específicas para cada etapa da jornada de conversão

É preciso seguir o modelo de Funil de conversão para a criação de campanhas específicas em cada momento em que o consumidor se encontra, gerando diferentes anúncios e interações.

Por exemplo, podemos separar o funil de conversão em 3 momentos:

  1. Descoberta: nesta fase o consumidor está pesquisando sobre um problema. Nesse primeiro momento, as palavras-chave genéricas são ideais.
  2. Consideração: na fase de consideração é importante usar palavras-chave relacionadas à sua marca, pois aqui o consumidor já está ciente de quais fornecedores podem resolver o problema.
  3. Decisão: na última fase do funil de conversão, o usuário já busca algo em específico. Essa é a hora de usar palavras muito específicas ligadas ao produto.

Otimizar os anúncios

Existem algumas otimizações simples que podem fazer toda a diferença nas suas campanhas. Elas são:

  • Segmentação geográfica – você precisa determinar quais regiões deseja impactar dentro do contexto dos seus anúncios. Algumas vezes é preciso também adaptar as palavras-chave, pois alguns termos são usados de forma diferente em cada local.
  • Faixa de horário e dia da semana – alguns produtos vendem mais em dias ou horários específicos, por isso, vale a pena estudar o seu mercado para fazer essa otimização.

  • Orçamento compartilhado – o ideal é dividir o orçamento entre grupos pequenos de campanhas com o mesmo comportamento e demanda. Se isso não é feito, a campanha maior e com termos genéricos, geralmente com o conteúdo voltado para a fase de descoberta do funil, acaba usando todo o dinheiro.
  • Segmentação por dispositivos – o Google exibe anúncios em qualquer dispositivo, mas seu público pode, por exemplo, não ter o costume de usar smartphones. Fique de olho nos relatórios para não gastar o orçamento com opções que não dão retorno.

Usar o Relatório de Termos de Pesquisa

O Search Term Report ou relatório de termos de pesquisa é uma lista de termos que as pessoas usaram antes de visualizar seu anúncio e clicar. Esse relatório é excelente para refinar as palavras-chave para que apenas as pesquisas certas acionem a exibição do seu anúncio. Esse relatório também ajuda a encontrar frases com bom desempenho para adicionar à sua lista de palavras-chave. Se seu anúncio foi acionado por pesquisas menos relevantes, você pode adicionar essas frases como palavras-chave negativas.

Se você nunca usou o Relatório de termos de pesquisa, vá para lá agora! Você precisa revisar as consultas de pesquisa regularmente.

Usar a correspondência de palavras-chave adequada

No Google Ads você decide quais palavras-chave quer segmentar para seus anúncios e como suas palavras-chave correspondem aos termos que as pessoas pesquisam.

Esta é a correspondência de palavras-chave e existem 5 tipos de correspondência que você precisa aprender a usar.

 

  • Correspondência ampla – Como o nome sugere, a correspondência ampla oferece a cobertura maior para uma determinada palavra-chave. Ele diz ao Google para exibir seus anúncios para essa determinada palavra-chave, mas também mostrará seus anúncios em palavras-chave semelhantes e relacionadas. Ela é voltada para a cobertura máxima e pode ser muito útil, pois permite capturar tráfego em termos que você nem considerou adicionar a suas campanhas.

 

  • Modificador de correspondência ampla – Esse tipo de correspondência oferece uma segmentação um pouco mais precisa em comparação a uma palavra-chave de correspondência ampla direta. Você recebe uma palavra-chave de correspondência ampla e específica às palavras importantes que deseja corresponder quando as pessoas estão pesquisando. Digamos que temos como palavra-chave ampla presentes de perfumaria e decidimos que queremos garantir que as pessoas que visualizam nosso anúncio usem os termos relacionados a presentes quando estiverem pesquisando. Poderíamos adicionar um modificador de correspondência ampla a presentes que garantirão que presentes ou uma variação aproximada de presentes sejam incluídos nos termos que as pessoas estão usando. Isso significaria que nosso termo modificado de correspondência ampla seria parecido com perfumaria + presentes (o sinal + é o modificador de correspondência ampla). Agora, isso significa que uma variação aproximada de presentes deve ser incluída nos termos que as pessoas estão pesquisando para que nosso anúncio seja exibido.

Você provavelmente está pensando o que é uma variante próxima?

Uma variante próxima inclui o termo real no singular ou plural, juntamente com erros de ortografia, abreviaturas, acrônimos e outras formas de palavras variantes próximas. Quando a correspondência ampla modifica uma palavra dentro da palavra-chave que você está segmentando, você está sendo mais preciso. Isso significa que você será mais segmentado. No entanto, seus anúncios não serão exibidos com a mesma frequência que seriam se fossem uma palavra-chave de correspondência ampla regular.Isso pode ser bom e ruim. É provável que seus anúncios deixem de ser exibidos para algumas pesquisas relevantes, mas a vantagem é que eles também deixarão de ser exibidos para pesquisas irrelevantes também. Para capturar o tráfego mais relevante possível, é provável que você acabe usando uma combinação de diferentes tipos de correspondência.

  • Correspondência de frase – na correspondência de frase, você coloca aspas ao redor da sua palavra-chave, por exemplo, “presentes de perfumaria”. Isso informa ao Google Ads que você deseja exibir seus anúncios para as pessoas que pesquisam essas palavras e nessa ordem específica. Suas palavras-chave de correspondência de frase também incluirão variações aproximadas, de modo que “presentes de perfumaria” corresponderão a presente de perfumaria, presentes de perfumaria e presentes de perfmaria, mas não corresponderá a perfumaria presentes. Isso também destaca a diferença entre a palavra-chave de correspondência de frase “brindes de perfumaria” e as palavras-chave de correspondência ampla modificada + perfumaria + presentes porque essa palavra-chave de correspondência ampla modificada corresponderia ao brinde de presente que a correspondência de frase não conseguiria.

 

  • Correspondência exata – As palavras-chave de correspondência exata funcionam como o nome sugere e correspondem exatamente aos termos que as pessoas pesquisam. A palavra-chave de correspondência exata [presentes de perfumaria] não exibe seus anúncios para pessoas que incluem algo antes ou depois das palavras-chave. Por exemplo, [presentes de perfumaria] não combinariam com presentes de perfumaria ou presentes de perfumaria para a mãe. Dito isso, eles também incluem variações aproximadas, conforme abordamos em palavras-chave de correspondência ampla modificada e de correspondência de frase. Então, [presentes de perfumaria] continuariam a corresponder ao presente de perfumaria ou se as pessoas escrevessem errado as palavras. Usar a correspondência exata oferece a segmentação mais definida para seus anúncios e reduz consideravelmente as impressões que você receberá. Portanto, a menos que você saiba todos os termos que as pessoas estão pesquisando, você também vai querer usar os outros tipos de correspondência junto com as palavras-chave de correspondência exata. A correspondência exata é mais útil quando você identifica uma palavra-chave (ou palavras-chave) que é realmente importante para você e que impulsiona as conversões e o engajamento que você está procurando. Você pode até mesmo colocar essas palavras-chave importantes em seu próprio grupo de anúncios junto com anúncios cuidadosamente criados para atrair as pessoas enquanto elas pesquisam. Também permite que você aumente seus lances nesses termos mais complicados.

Explorar as palavras-chave negativas

Não dar atenção às palavras-chave negativas é um erro que pode ser facilmente evitado, mas que acontece muito. Não se sinta mal em adicionar muitas palavras-chave negativas. É uma coisa boa, prometo! Adicionar palavras-chave negativas impede que o seu anúncio seja exibido nos termos irrelevantes que você identificou. Isso reduz o número de impressões menos relevantes, o que levará a uma melhoria na taxa de cliques (CTR) de seus anúncios.

Veja um exemplo de como a adição de palavras-chave negativas pode ajudar a melhorar o desempenho:

Adicionar muitas palavras-chave negativas é especialmente importante se você estiver usando palavras-chave de correspondência ampla (e até mesmo palavras-chave modificadas de correspondência ampla).

Você pode até ver os termos de pesquisa que as pessoas estão usando ao clicar nos seus anúncios e analisá-los para encontrar novas palavras-chave negativas para adicionar à sua conta, campanhas e grupos de anúncios. Isso também levanta um ponto importante sobre suas palavras-chave negativas – onde elas estão armazenadas.

Você pode adicionar palavras-chave negativas a grupos de anúncios individuais, campanhas ou até mesmo usá-las em várias campanhas da sua conta. Recomendo adicionar todas as suas palavras-chave negativas mais comuns a todas as suas campanhas. Você pode fazer isso rapidamente usando a Biblioteca compartilhada, que permite criar uma única lista de palavras-chave negativas que pode ser aplicada a várias campanhas. É ali que você adiciona todas as palavras-chave negativas encontradas regularmente.

Utilizar extensões de anúncios

Extensões são ótimos recursos para inserir mais dados sobre sua empresa e isso ajuda a potencializar o ROI. Seguem alguns exemplos de extensões:

  • Extensões de local – Incentivam as pessoas a visitar sua empresa exibindo seu local, um botão de chamada e um link para uma página com mais detalhes sobre sua empresa. Essa página pode incluir o horário de funcionamento, fotos e as rotas até seu local físico. Se você deseja que os clientes façam uma visita, mas realizem chamadas para uma linha centralizada, em vez de ligar para números de locais específicos, use extensões de chamada com as suas extensões de local.
  • Extensões de local de afiliados – Ajudam as pessoas a encontrar as redes de lojas de varejo que fornecem seus produtos.
  • Extensões de frase de destaque – Adicionam mais texto ao seu anúncio, como “entrega gratuita” ou “suporte ao cliente 24 horas”. As frases de destaque podem ser usadas para incentivar as pessoas a gerar conversões off-line.
  • Extensões de chamada – Incentivam as pessoas a ligar para a sua empresa adicionando um número de telefone ou um botão de chamada aos seus anúncios.
  • Extensões de mensagem – Incentivam as pessoas a enviar mensagens de texto para você a partir do seu anúncio. Disponível mundialmente nos níveis da campanha ou do grupo de anúncios.
  • Extensões de sitelinks – Direcionam as pessoas diretamente para páginas específicas do seu site, como “horário de funcionamento” e “comprar agora”.
  • Extensões de snippets estruturados – Exibem as informações mais valiosas para os clientes em potencial selecionando um título predefinido, como “Categoria de produto ou serviço”, e listando itens.
  • Extensões de preço –  Exibem as categorias dos seus serviços ou produtos com os preços correspondentes de modo que as pessoas possam pesquisá-los a partir do seu anúncio.
  • Extensões de aplicativo – Incentivam as pessoas a fazerem o download do seu aplicativo. Disponível mundialmente para dispositivos móveis Android e iOS, incluindo tablets.

Utilizar vários anúncios por grupo

A maior desvantagem em criar apenas um grupo de anúncios é não ter a possibilidade de testar os formatos, imagens e textos para otimizar os resultados. Com dois anúncios em cada um dos seus grupos de anúncios, você pode testar diferentes calls to action e mensagens para ver o que funciona e o que não funciona.

Aqui está um exemplo de dois anúncios. Ao testá-los, os dados comprovarão o que funciona melhor.

Essas são as 5 principais coisas para testar nos seus anúncios:

  • Alterar a proposta de valor
  • Incluir detalhes de localização
  • Call-to-action diferente (ex: Saiba Mais, Veja etc)
  • Credenciais, (ex: prêmios, certificações etc)
  • Pontos de venda, incluindo preços e promoções

Possuir uma boa página de destino (landing page)

Você pode não acreditar, mas a landing page ou página de destino é a parte mais importante de uma campanha. Você cria uma lista incrível de palavras-chave, gasta horas criando ótimos textos e estrutura de grupos de anúncios, mas na hora que o clique vai para o seu site, ele se decepciona. A página de destino do anúncio deve entregar imediatamente o que foi ofertado, caso contrário, o usuário não vai permanecer no seu site. É preciso pensar em onde as pessoas vão primeiro e começar o trabalho a partir daí. Garanta que o site ofereça uma experiência adequada se as pessoas clicarem.Isso não pode ser ignorado.

Mesmo que você tenha uma campanha perfeita do Google Ads, se suas páginas de destino forem péssimas, não há nada que sua campanha possa fazer para melhorá-las. Em vez de investir em algo que não funciona, gaste o tempo corrigindo suas páginas de destino ou, pelo menos, configurando alguns testes rápidos de otimização antes de lançar sua campanha.

Confira 6 dicas para criar landing pages eficientes e aumentar suas conversões.

Conheça o curso gratuito Fundamentos de Otimização de Conversão do AvantareLAB.

Acompanhar as conversões

Reserve um tempo para acompanhar as conversões. Você deve configurar o acompanhamento de conversões antes de lançar sua campanha.

Certifique-se de configurar as duas macro-conversões (essas são as ações mais importantes que você deseja que as pessoas executem, por exemplo: pedido de compra, preenchimento de um formulário de lead) e as micro-conversões (esses são seus objetivos secundários, por exemplo: adicionou o produto ao carrinho, baixou um ebook etc).

O Google Ads permite que você use o código de acompanhamento na própria ferramenta ou pode importar dados de conversão diretamente do Google Analytics.

Você pode acompanhar os seguintes tipos de conversões usando uma combinação do Google Ads e do Google Analytics: leads, inscrições, transações de e-commerce, vendas e conversões off-line, telefonemas, envolvimento com o conteúdo do seu site.

Você já cometeu algum desses erros no Google Ads? Tem mais alguma dúvida sobre a ferramenta? Entre em contato que podemos te ajudar.

Se você quer dominar o Google Adds e campanhas de mídia online, inscreva-se no Curso Mídia Digital com Inteligência. Você vai aprender a criar, gerir e analisar campanhas de mídia digital, identificando e explorando oportunidades para geração de resultados.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado.