Growth Hacking: marketing digital com alta performance

Quer receber conteúdo sobre Analytics e Otimização?

Receba todos os conteúdos do nosso blog diretamente em seu e-mail
Businessman working at office desk, he is building a growing financial graph using wooden toy blocks: successful business concept
  • 0

Em 2010, Sean Ellis, um empresário, investidor anjo, conselheiro inicial e agora CEO da GrowthHackers, criou o termo “Growth Hacking” para designar alguém cujas estratégias, táticas e iniciativas estão sempre na expectativa de crescimento. Mas isso é muito vago, certo?

Confira o gráfico do Google Trends abaixo. De algum tempo para cá, muitas pessoas estão procurando por esse termo, então vamos saber o que realmente significa!

Entenda o que é Growth Hacking

O Growth Hacking geralmente está vinculado às startups, visto que são as que mais precisam de crescimento para “sobreviver”. Na verdade, esse processo (no caso, mais uma mentalidade) pode ser usado também por profissionais de marketing e empresas com perspectiva avançada.

“O Growth Hacking é um processo de experimentação rápida em canais de marketing e desenvolvimento de produtos para identificar as formas mais eficazes e eficientes de crescer um negócio.”

Ellis viu isso como uma lacuna de talento. Ele ajudou a desenvolver muitas startups populares, como Dropbox, Uber e Airbnb, mas teve dificuldade em encontrar o talento certo para suportá-las.

As táticas e estratégias utilizadas são simplesmente alcançar novos clientes de forma eficiente, reter os clientes existentes a longo prazo e construir um produto que comercialize e se venda. Os Growth Hackers sabem disso e se esforçam para encontrar otimizações ao lado do produto (por exemplo: análise web e dados de CRM) e combinar essas informações com suas pesquisas de mercado ou discussões com usuários.

Características de um Growth Hacker

As habilidades necessárias para esta profissão são, na verdade, uma combinação de marketing, análise de dados, compreensão do produto e pensamento criativo e analítico. Combinadas, essas características precisam fornecer uma solução que pode ter sido ignorada por outros.

“Os Growth Hackers veem a oportunidade onde os outros veem desafios, resolvem problemas criativamente e colaborativamente, simpatizam com os usuários e tentam amarrar tudo de volta para métricas. O Growth Hacking é a mentalidade de nunca estar satisfeito.”

Cinco habilidades que você precisa para se tornar um Growth Hacker

Você pode facilmente reconhecer um Growth Hacker por sua maneira de pensar.

Como produzir melhores resultados? Como economizar dinheiro? Como fazer isso mais rápido? Como automatizar esse processo?

1) Web Analytics 

Provavelmente, a habilidade mais importante de um Growth Hacker é análise web e habilidades quantitativas. Antes de implementar estratégias de crescimento, eles precisam ter uma estratégia de medição no lugar. Em outras palavras: se implementarmos essa iniciativa, como mediremos o sucesso?

Para o marketing digital, isso geralmente se concentra no Google Analytics ou no Firebase (para aplicativos móveis). Alimentar um banco de dados, executar consultas através de SQL ou automatizar relatórios para preencher no Excel são extremamente valiosos. Não confunda isso com a ciência dos dados. Os Growth Hackers não precisam entender de estatísticas avançadas ou modelagem preditiva, mas precisam saber como coletar e interpretar dados.

Ferramentas comuns: Google Analytics (para sites e aplicativos da web), Firebase (para aplicativos móveis e aplicativos da web), Excel e SQL.

2) Marketing Digital

Os Growth Hackers devem ter uma boa compreensão de SEO, redes sociais, automação e melhores práticas de redirecionamento. Provavelmente, se for uma pequena startup, eles precisam implementar muitas otimizações e estratégias em todos esses canais. No entanto, se for uma empresa que tenha o suporte de uma agência digital, o Growth Hacker deve gerenciar o processo e garantir que o desempenho das metas está sendo atingido.

Ferramentas comuns: AdWords, Bing Ads, Facebook Advertising, Search Console (anteriormente Ferramentas do Webmaster), Mailchimp

3) Construção de redes

Construir comunidades, tanto on-line como off-line, é uma parte importante da atividade de um Growth Hacker, pois ajuda a configurar a sua marca no pensamento das pessoas.

Ao contrário do marketing nas redes sociais, que é mais sobre branding e consciência de curto prazo, a construção da comunidade atinge a fonte. Como responder às perguntas das pessoas sobre o Quora, fazer relacionamentos e criar seguidores no LinkedIn ou hospedar um encontro local para pessoas de mentalidade semelhante em sua indústria ou potenciais consumidores.

Ferramentas comuns: LinkedIn, Meetup.com, Quora

4) Experiência dos usuários

A empatia é uma característica forte de um Growth Hacker, pois ele deve ser capaz de se colocar no lugar do outro e entender suas necessidades. Além de pesquisas, análises na web podem ajudar a descobrir pontos fracos na experiência do usuário e conceber uma hipótese para as melhorias que podem ser feitas.

Ferramentas como Optimizely e VWO permitem que os profissionais criem testes A/B e, além disso, também possuem funcionalidades para que os desenvolvedores adicionem código personalizado para testes complexos. As entrevistas com clientes são ótimas maneiras de solicitar um feedback sincero sobre “o que podemos fazer para atendê-lo melhor?”

Ferramentas comuns: Optimizely, Intercom.io e VWO

5) Marketing de produtos/serviços 

Os profissionais de marketing de produtos ou serviços sabem como os recursos e as proposições de valor podem ressoar com públicos-alvo diferentes. Ter uma compreensão fundamental de como se comunicar de uma perspectiva de liderança e de vendas é fundamental, especialmente para negócios B2B. Para o B2C, isso é mais focado em mensagens e branding através do conteúdo do site, como postagens de blog e vídeos.

Resumo

Você segue as tendências do marketing digital? Quer criar uma presença no cenário digital e construir uma marca forte ou está procurando estratégias de crescimento rápido? Se você está tendo dúvidas sobre se tornar um profissional de marketing digital ou um Growth Hacker, você deve definir suas necessidades primeiro.

Se você é uma startup ou está prestes a lançar um novo conceito/produto, mas não tem tempo e recursos para campanhas de marketing caras, o Growth Hacking provavelmente é a melhor solução para você!